Android na Berlinda: Oracle processa Google por infração de leis de propriedade intelectual

13 08 2010

E parece que alguém quer derrubar o castelo da Google.

Alegando infração das leis de propriedade intelectual, a Oracle abriu um processo contra a Google, envolvendo seu mais popular sistema operacional para dispositivos móveis, o Android.

Um representante da Oracle afirmou na tarde de ontem (12 de agosto) que “ao desenvolver o Android, a Google infringiu conscientemente, de forma direta e repetida, a propriedade intelectual da Oracle sobre o Java. Este processo judicial busca soluções apropriadas para tal infração”.

Ano passado, a Oracle adquiriu a Sun Microsystems e, juntamente com ela, a tecnologia Java. Na petição formal feita pela Oracle, a empresa diz que “a plataforma Java é uma das mais importantes tecnologias adquiridas da Sun”. Ninguém pode negar que a plataforma é altamente utilizada e muito importante em todos os setores que envolvem tecnologia.

Ao dizer que o Android concorre com o Java como uma plataforma de software de sistema operacional para celulares e outros dispositivos móveis e que a compilação do Android emprega aplicativos Java sendo executados em uma estrutura baseada em Java, a Oracle quer deixar claro que o  Android e o Android SDK infringem suas patentes; a Oracle quer uma grana por se ver envolvida sem aviso no sucesso do OS da Google.

A Oracle ainda alega que a Google tinha conhecimento de tais patentes desde pelo menos a metade desta década, quando engenheiros que já tinham trabalhado no Sun Java foram contratados pela empresa de Cupertino.

Além das violações de patente, a Oracle também alega infração de leis de copyright. o código Java é protegido por copyright, e a  Oracle acredita que a Google tenha usado tais códigos sem ter a licença.

Se tudo isso não bastasse, temos ainda o fato de que o Android é um software de código aberto e tem um porrilhão de desenvolvedores trabalhando nele, e distribuindo o que chamamos de obras derivadas. Por isso, a Oracle ainda acusa a Google de ter incentivado, causado e induzido outros a usarem, copiarem e distribuírem trabalhos derivados de Java.

Mas a Oracle não quer parar por aí. Além de dinheiro, a empresa ainda exige que todas as cópias de trabalhos relacionados ao Java advindos da Google, ou gerado a partir dos códigos e software Android sejam “apreendidas e destruídas, ou incapacitadas de qualquer outra forma adequada”.

Será que a Oracle quer acabar de uma vez por todas com o reinado do Android caso seja provado que o OS usa códigos Java?

Será que a Google tem culpa no cartório, ou isso é um complô contra uma empresa que vem crescendo cada vez mais e de maneira exponencial?

Deixe sua opinião nos Comentários =]

Fonte: Mashable

Anúncios

Ações

Informação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: